Quinta-feira, 29 de Novembro de 2012

Carta ao Pai Natal

 

Querido Pai Natal,

 

Este vai ser o meu primeiro Natal, e não percebo ainda muito bem o que isto significa. Sei sim, que ouço a mamã e o papá dizer que vão aproveitar eu ter nascido em ano de crise para me ensinar o real valor deste dia.

 

Dizem eles que não preciso de prendas caras ou grandes, nem de brinquedos. A verdade, é que eu até gosto dos meus brinquedos, mas prefiro muito mais brincar no chão da sala com a mamã, enquanto esperamos que o papá chegue do trabalho. Também gosto de ver os meus peixinhos no aquário e de brincar com o Moby e a Teka, sobretudo a Teka, porque ela lambe-me as mãos todas e eu acho isso mesmo giro! 

 

Se o Natal é parecido com isso, então vou gostar! Se for sentir o encanto, poder sonhar e ter esperança. Se for ser amado e brincar. Partir para o mundo da fantasia e sentir a ansiedade pela chegada do meu papá, então Natal é mesmo bom. É um dia como todos os outros, mas em vez de esperar pela meia noite para beber o meu leitinho antes de voltar para a cama, vou esperar por ti.

 

Neste dia especial, espero mesmo que passes cá por casa (podes entrar pela porta que a nossa lareira é moderna e não tem chaminé). Vou pedir ao papá para te deixar bolachas e leitinho porque Natal é partilhar (dizem-me) e como ele bebe sempre leitinho e come bolachas antes de ir dormir, pode deixar para ti também. Assim podes descansar e continuar a tua viagem.

 

Por isso, se arranjares espaço na tua sacola, traz-me apenas amor, paz e alegria, tudo embrulhado em magia, com um laço daqueles bem grandes (a mamã insiste que seja reciclado, porque temos de cuidar do ambiente, diz ela...). Podes dar os meus brinquedos aos meninos que não têm a sorte que tenho, que não têm papás para brincar com eles ou que têm menos do que eu.

 

Espero ansiosamente pela tua visita (sei que ninguém nunca te viu, mas acredito que estou na tua lista de entregas)!

 

João e Papás (sabes, eles ajudaram-me a escrever, é que sou muito pequenino e ainda não percebo disto das letras).

publicado por murimendes às 22:48

link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Liliana Lopes a 19 de Novembro de 2013 às 16:36
Que lindo :)
Fiquei com as lágrimas nos olhos :')
Feliz natal para os Papás e para o João
De murimendes a 19 de Novembro de 2013 às 16:51
Olá Liliana!

Obrigada eu por me ter recordado este post que já escrevi o ano passado. Confesso que reli e acabei por chorar também :)

Um feliz Natal!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Ainda acreditas na Magia?

. Estilo de Vida Positivo d...

. Porque não, ser a solução...

. A sobrevivência do mais a...

. Talvez não tenha de acaba...

. Maternidade ou Felicidade...

. Do sonho à realidade

. Obrigatório viver pela me...

. Ninguém me tira a minha l...

. Fazeres o que criticas no...

.arquivos

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds